Posts Tagged IBM

O que é o eclipse?

O eclipse é uma IDE(Integrated Development Environment-Ambiente de Desenvolvimento Integrado) multi-linguagem, criada pela IBM em novembro de 2001.

É uma biblioteca programada em Java, que foi doada pela IBM à comunidade de Software Livre, e hoje conta com incontáveis colaboradores no mundo.

É uma das IDE’s mais utilizadas no mundo, e a mais utilizada para programação da linguagem Java.
Possui uma arquitetura da seguinte forma:
Arquitetura do eclipse

Com esta imagem gostaria de fazer alguns comentários, pois entender esta arquitetura é fundamental para quem deseja colaborar para o Eclipse, ou até mesmo para quem é um usuário.

Eclipse Platform: é todo o conjunto que forma o Eclipse. Ele é responsável por gerenciar todos os recursos da IDE.

Workbench: Este componente da IDE é responsável por simplificar a manipulação dos códigos presentes no workspace. Ele é representado graficamente por uma janela da aplicação. Em cada janela Workbench aberta podem estar presentes uma ou mais perspectiva. Perspectivas contém visões(views), editores e menus de opção, presentes nas barras de menu.
A seguir uma imagem com o esquema gráfico do workbench.

Esquema do Workbench

SWT: Esta é a biblioteca para a criação de GUI(Graphics User Interface) para o Eclipse, criada pela IBM. O Eclipse utiliza internamente esta biblioteca, porém é possível exportar alguns conteúdos AWT e swing. Para mais informação sobre o SWT cliquem aqui;

Workspace: O workspace do Eclipse é o local onde ficam armazenados os projetos e “resources” do eclipse. Não passa de um ambiente de trabalho simulado internamente no eclipse para organizar e facilitar o gerenciamento dos projetos.

Workspace

JDT: Este recurso é um plug-in que já vem nativamente com o eclipse. Ele utiliza uma API com o mesmo nome, onde é possível manipular códigos java. As ferramentas de sugestões de métodos, erros de sintaxe, debug, só são possíveis graças a este plug-in.

PDE: Ambiente de desenvolvimento de plug-in. É um plug-in oferecido pela IBM para facilitar a criação de plug-ins para o eclipse, com muitas ferramentas que agilizam o processo de construção do plug-in. Conta com um editor visual de XML, que facilita a configuração do Plug-in. Responsável pela configuração da execução do plug-in.

New Tool: Este é um dos pontos mais importantes de se entender, e o mais incrível desta plataforma. Como foi visto Anteriormente, alguns recursos padrões da IDE se comportam com Plug-in. Essa estrutura permite que qualquer pessoa desenvolva uma extensão para a IDE, e dessa forma aumentando a sua usabilidade.
Por função desta arquitetura que o Eclipse suporta inúmeras linguagens de programação. Hoje existem plug-ins para as seguintes linguagens de programação:
-C/C++;
-PHP;
-Phyton;
-JavaFx;
E muitas outras linguagens não divulgadas.
Recursos para melhor produtividade e para melhor entendimento do código estão sendo produzidos, e em pouco tempo estarão(ou já estão) disponíveis versões dessas extensões para a IDE. Essa foi a maior sacada da fundação Eclipse, pois as qualquer um pode produzir uma nova função para o Eclipse.

No momento da criação deste post, o Eclipse está na versão 3.6.1 chamada de Helios, e pode ser baixada aqui.
Para a instalção desta IDE, é preciso possuir a JRE(Java Runtime Environment) e para a programação Java, é preciso o JDK(Java Development Kit), que podem ser encontrados aqui.

Nos próximo Artigo, falarei sobre o PDE, e darei um exemplo de Hello World eclipse.

Até Mais. Por favor comentem!

Referências:
Eclipse, www.eclipse.org

, , , , , , ,

Deixe um comentário